Agência Grande
Contactos

Tel: +351 916 947 021 || +351 919 517 600

geral@agenciagrande.pt

Siga-nos
   

Durante o 2018 percebemos mudanças no comportamento dos consumidores. Mudanças relacionadas com as redes sociais, marketing de conteúdo e SEO. Numa era em constante mudança, as empresas continuam a lutar por atenção no ambiente digital. É essencial considerar o panorama e repensar a sua estratégia de marketing, porque o que funcionou em 2018, pode não funcionar agora. Apresentamos as 5 Tendências de Marketing Digital para 2019 que serão essenciais.

Sabemos que o cliente é um animal racional, por vezes, muito mágico e que muda de ideias com imensa facilidade! Atenção você que está a ler isto também é cliente e sabe que muitas vezes também é assim. O indeciso. O confuso, O que interpreta mal a informação. O que não presta atenção. O que apenas pretende comparar tudo para fazer a melhor escolha (no seu entender). Resumindo, o atendimento ao cliente é complexo, sim. Quando afrontamos um projeto de redes sociais pensamos no discurso da marca, na criatividade, no alcance e na interação do número de seguidores. No entanto, não é tão habitual dar suficiente importância a um aspecto que consome muito tempo na gestão das redes sociais: a atenção dada ao consumidor. De seguida apresentamos 13 dicas fulcrais no atendimento ao cliente online!

Somos habitantes de um mundo com um ritmo acelerado, com uma constante competição entre as diferentes marcas para lançar novos conteúdos, serviços e produtos, todas ambicionam criar uma maior relação com o cliente e que este memorize mais a sua marca no pensamento relativamente a um sector. Todos os dias e a todas as horas, existe uma troca constante de informação entre marcas e audiências. O mais importante que devemos recordar é que, tal como no mundo real, cada interação que o cliente mantém com a marca é como uma experiência e não nos podemos esquecer que são estas experiências (sejam digitais ou não) que vão modificar a opinião sobre a marca, para o bem e para o mal. Como indica o título, neste artigo vamos falar sobre a perceção. Nas lojas “reais” o cliente ao adquirir um produto ou serviço vai experimentar algo diferente e vai sentir! Na Internet, os consumidores têm o poder de melhorar, piorar e até destruir a reputação de uma marca com apenas um tweet ou uma publicação no Facebook que crie polémicas e denigra a imagem da marca. A presença das marcas no digital já não é questionável, é uma necessidade tendo em conta as horas que os consumidores passam principalmente nas redes sociais do telemóvel, desde os mais miúdos aos mais graúdos, todos em média passam no mínimo cerca de 2 horas por dia nisto!! Não discorda, pois não? Nos últimos meses plataformas como o Instagram e o Snapchat lançaram novas funções que permitem as marcas etiquetar produtos concretos nas histórias e nas mensagens  e redireccionar para o respectivo e-commerce. A procura de um melhor posicionamento da marca na internet aumenta todos os dias e devemos ser conscientes disso, para além de que o consumidor está cada vez mais informado e exigente! Pensando na social media como o coração do marketing, o posicionamento da marca é o coração de uma estratégia sólida. Tanto para a mercearia da esquina como para um e-commerce fashion, o posicionamento deve ser o primeiro a ter em conta no momento de criar uma estratégia para a experiência do consumidor. Pode perguntar-se a si próprio neste momento algumas coisas importantes: